Mineração ameaça águas na Serra da Gandarela

Manifestantes da Caravana Minas denunciam intenções da Vale em explorar área próxima à reserva hídrica da Serra da Gandarela. A região possui fonte de ‘água tipo 1’, sendo considerada por especialistas como a mais pura e limpa.  Com a exploração de minérios, as águas correm risco de poluição.

Moisés Silva, membro do Comitê Mineiro dos Atingidos pela Vale, explica que a idéia da Caravana é expandir informações sobre as práticas da empresa pelas comunidades que passarem.

A reserva hídrica da Serra da Gandarela atende  Belo Horizonte e outras cidades da região metropolitana. De acordo com Moisés, a Vale teria mostrado interesse em explorar minério de ferro nessa região, o que afetaria o abastecimento de água da população.

Em contrapartida,  movimentos e organizações sociais que integram  a Caravana Minas desejam fazer da reserva hídrica uma unidade de conservação.

Durante os dias de Caravana serão realizadas paradas em Belo Horizonte, André do Mato Dentro, Itabira, Conceição do Mato Dentro e Congonhas. O destino final será I Encontro Internacional de Atingidos pela Vale, no Rio de Janeiro.

Moisés Silva, coordenador da Caravana Minas, fala  sobre as intenções da mineradora na Serra da Gandarela. Escute aqui.

* Com colaboração da Agência Pulsar Brasil.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Caravanas, Minas Gerais

Uma resposta para “Mineração ameaça águas na Serra da Gandarela

  1. De fato, boa parte das águas do Gandarela são CLASSE ESPECIAL e algumas CLASSE UM. A CLASSE ESPECIAL é melhor que a CLASSE UM, a segunda no ranking da qualidade.
    Ocorre que a lei estabelece que aquelas águas que não foram oficialmente classificadas, são consideradas CLASSE DOIS. Por isso, áreas com menor atividade antrópica (ocupação humana etc) muitas vezes não são classificadas, e mineradoras como a VALE usam o argumento torpe de que águas que têm atributos de CLASSE ESPECIAL, seriam da CLASSE DOIS. As águas do Gandarela têm em sua maior parte atributos da CLASSE ESPECIAL – isto é, podem ser consumidas praticamente sem tratamento nenhum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s