Encontro começa em clima de esperança

Em auditório tomado por cerca de 150 lideranças de diversos estados e países, o I Encontro Internacional dos Atingidos pela Vale foi aberto em tom de esperança e união. Durante apresentação inicial, duas constatações se impuseram com clareza: 1) em cada canto do país, e em parte considerável do planeta, a Vale atua com desrespeito social e ambiental; 2) em cada canto do país, e em parte considerável do planeta, há pelo menos uma voz lutando contra os danos da empresa. O Encontro visa, ao longo dos quatro dias, unir essas vozes para que, juntas, tenham força suficiente para enfrentar a Vale.

Peru, Canadá, Alemanha, França, Chile, Argentina, Moçambique e Nova Caledônia. Minas, Pará, São Paulo, Espírito Santo, Ceará, Maranhão e Rio de Janeiro. Todos esses lugares estavam representados por uma voz firme, em busca de resistência. Os trabalhadores da Vale Inco, no Canadá, ao declarar que estão há nove meses em greve contra a empresa, foram aplaudidos com louvor. “A gente está aqui para crescer, para se articular, para se unir”, disse Ana Garcia, da Fundação Rosa Luxemburgo, que abriu o evento.

Sandra Quintela, do Instituto de Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS), apresentou em seguida a sequencia de projetos depredadores instalados, atualmente, na Baía de Sepetiba, por uma série de empresas :Vale-ThyssenKrupp, CSN, Usiminas, LLX.  Sandra apresentou os indicadores sociais da região, e as danosas transformações locais após a instalação dos distintos projetos. “A ThyssenKrupp disse na Alemanha que nesse lugar não havia ninguém”, afirmou a economista, em referência ao descaso social da empresa alemã que instala na região, junto à Vale, a Companhia Siderúrgia do Atlântico (CSA). Dados da Secretaria de Meio Ambiente do Estado apontam que a siderúrgica aumentará em 76% a poluição da cidade do Rio de Janeiro.

“Nós não podemos aprofundar esse modelo [de desenvolvimento] que está aí. Temos que lutar por outro. O Rio de Janeiro é a sede mundial da Vale. É aqui que se tomam as decisões, e é aqui que temos que intervir. É muito importante a gente sair desse espaço com uma estratégia comum de enfrentamento”, disse Ana Garcia. Ao final, gritos de protesto de todos os cantos em coro. “Água e energia não são mercadoria” era um deles, do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Caravanas

4 Respostas para “Encontro começa em clima de esperança

  1. Lúcio Guerra Júnior

    Na mesma linha de atuação da Vale e outras mineradoras, a Anglo, que está se instalando em Conceição do Mato Dentro omitiu, com a conivência das autoridades do Estado de Minas Gerais, a exististência da “Comunidade de Água Quente” – com mais de trinta familias – a jusante da barragem de rejeito, o que foi um fator decisivo para o IGAM dar a outorga do uso da água, para o empreendimento. A Caravana dos Atingidos pela Vale esteve nesta comunidade e pôde testemunhar a sua privação, o seu sofrimento, devido à poluição e assoreamento de sua principal e maior fonte de abastecimento para uso doméstico, que é o Córrego Passa Sete. A Vale também está prestes a entrar no município. Agir em Conceição e em qualquer outro lugar do mundo assim, NÃO Vale.

  2. Que esta esperança contagie a sociedade, os governos, e a todos que hoje lutam e colocam a vida e a equidade como pano de fundo do nosso dia a dia contra a sanha do capital que a tudo quer destruir.

  3. Ana

    A Nova Caledônia também esta presente no Encontro, relatando o desrespeito aos direitos humanos e às leis ambientais causados pela Vale por lá.

    • Rafael

      Gostaria de saber quem é o representante da Nova caledonia no Encontro. Na verdade estou no pais neste exato momento pra fazer um trabalho de pesquisa e um filme documentario justamente sobre os impactos sociais e ambientais ligados às atividades da Vale no arquipelogo.

      Gostaria tambem de saber com quem poderia entrar em contato para debater sobre o assunto.
      rafa_canoas@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s