Desestatização da COMPANHIA VALE DO RIO DOCE (CVRD)

Quem somente se preocupa com o escândalo “lava-jato” já esqueceu ou nunca tomou conhecimento de outras mazelas que corrompem o sistema democrático em nosso País – material e moralmente – desde sempre.

Então, cabe relembrar que o caso da desestatização da COMPANHIA VALE DO RIO DOCE (CVRD), subvertida até na razão social agora mudada de fato irregularmente para “vale s/a”, ainda não se encerrou perante o Poder Judiciário.

Os interessados em saber das questões de Coisa Pública podem ter uma boa noção resumida do enorme contencioso popular pelo teor do despacho do Desembargador Federal CÂNDIDO RIBEIRO, Presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, publicado em 18/09/2015 no Diário da Justiça Eletrônico do Distrito Federal (DJe), determinando fala da UNIÃO, antes de decidir. Depois deverá ser a vez do Ministério Público se manifestar.

Quem se interessar pode ler no endereço eletrônico http://arquivo.trf1.gov.br/index.php (janela “Inteiro Teor…”, Processo 1997.39.00.010817-8), ou a transcrição a que me permiti no Blog MUÇUNGÃO, artigo 229.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s