Arquivo da categoria: criminalização

URGENTE| Polícia invade e atira na Escola Florestan Fernandes, em Guararema/SP

A operação, comandada pela Polícia Civil do Paraná, começou na manhã desta sexta-feira. Os policiais invadiram, sem mandado, o terreno e derrubaram o portão da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF) em Guararema, São Paulo.

Segundo relatos dois militantes do MST estão detidos. Durante o cerco, para aumentar a repressão, e assustar os moradores, os policiais efetuaram disparos com armas de fogo. Uma militante foi atingida por estilhaços de bala.

Em nota oficial, o MST exigiu atitudes do governo para tomar medidas cabíveis. “Somos um movimento que luta pela democratização do acesso a terra no país e não uma organização criminosa.”

Neste momento a polícia está em frente à ENFF e, aparentemente, recuou. Os policiais estão aguardando um mandado de prisão.

A invasão policial é mais uma ação de criminalização dos movimentos populares.

Solicitamos a solidariedade de todos os veículos de imprensa progressista de esquerda para que mandem jornalistas para o local, assim como entidades de direitos humanos.

 

ENGLISH: Police invades ENFF without search and arrest warrant

This morning, November 4th, 10 vehicles of the civil and military polices invaded the National School Florestan Fernandes (ENFF) in Guararema, Sao Paulo.

According to the reports, police officers arrived at around 9:25 am, closed the school gate and jumped over the reception window, shots into the air. The shards of collected bullets prove that none of them were rubber, but lethal.

At this moment, the police are in front of the ENFF. They have withdrawn and are awaiting for a prison warrant.

MST rejects the actions of Sao Paulo police and demands the goverment to take appropriate measures. We are a movement fighting for the access to land in the country, not a criminal organization.

ESPAÑOL: La policía de Brasil invade Escuela Nacional de los Trabajadores Rurales Sin Tierra (MST), sin orden de búsqueda y captura

En la mañana del viernes (04) unos 10 coches de las policias civiles y militares irrumpieron en la Escuela Nacional Florestan Fernandes (ENFF) em la localidad de Guararema, São Paulo.

Según los informes, la policía llegó en torno a 09:25, bloquearon la puerta principal de la escuela y saltaron la ventana de recepción dando tiros al aire. Los vestigios de balas recogidos muestran que ninguno de ellos era de goma, pero letales.

En este momento la policía está en frente de ENFF. Se han retirado del interior de la ENFF pero están a la espera de una orden de detención.

El MST repudia las acciones de la policía de Sao Paulo y demanda al gobierno a tomar las medidas apropiadas en este proceso. Somos un movimiento que lucha por la democratización del acceso a la tierra en el país y no una organización criminal.

df30bb6a-1dd1-4691-a2b9-7cbf11d60247

Deixe um comentário

Arquivado em criminalização, MST, Uncategorized