“Acionistas críticas” rejeitam contas da Vale e criticam sua gestão em assembleia

Após 20 anos da privatização da Vale, a governança da empresa foi criticada por diversos acionistas. A Articulação Internacional das Atingidas e dos Atingidos pela Vale cobrou a recuperação integral da bacia do Rio Doce, dentre outras reivindicações Há quase 20 anos, um leiloeiro batia o martelo e vendia a Companhia Vale do Rio Doce na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. Nesta semana, … Continuar lendo “Acionistas críticas” rejeitam contas da Vale e criticam sua gestão em assembleia

Nota da Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale referente ao novo vazamento na barragem da Samaro

Na tarde do dia 27 de janeiro deste ano de 2016, foi divulgada a notícia de que a Barragem de Fundão, cujo rompimento matou inúmeras pessoas, causando danos ambientais de dimensões ainda incalculáveis no Rio Doce e no litoral do Espírito Santo e da Bahia, apresentou deslizamento com novo vazamento de rejeitos, ameaçando ainda mais as comunidades já profundamente atingidas pelo crime ambiental em questão. … Continuar lendo Nota da Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale referente ao novo vazamento na barragem da Samaro

O neoextrativismo e o saque

Em entrevista, Dário Bossi e Marcelo Sampaio Carneiro desmistificam o setor extrativista: “Um dos muitos ‘mitos’ promulgados pela propaganda empresarial e dos governos é que ‘a mineração instala-se em regiões atrasadas, cria um círculo virtuoso, gera desenvolvimento e eleva o nível de vida da população’” As discussões envolvendo a elaboração de um novo código de mineração para o Brasil estendem-se desde 2013. Em tese, seria um momento … Continuar lendo O neoextrativismo e o saque

Qual o futuro da Mineração?

Foto: Rodrigo Santo e Maria Julia Esse foi o assunto debatido nos dias 5 e 6 de maio no Seminário Sobre o Marco Regulatório da Mineração em Brasília. Pesquisadores, sindicalistas, representantes de movimentos sociais, entidades em defesa dos atingidos e deputados participam do Seminário que aconteceu na Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados. Na tarde do dia 05, para mais de 150 pessoas, … Continuar lendo Qual o futuro da Mineração?

A mineração no município de Congonhas, MG

Por Nisio Comentário ao post “Mineração avança na Amazônia brasileira“ Riqueza do Solo para uma minoria. O município de Congonhas a menos de 100 kms de Belo Horizonte, é um exemplo onde as terras estão povoadas pelas mineradoras que convivendo com uma cidade de pobres, degradam seu ambiente, deixando um rastro de poluição e destruição das suas montanhas. Uma inequação onde um lado, temos a fonte de … Continuar lendo A mineração no município de Congonhas, MG

Riqueza e pobreza: duas faces da mineração no sudeste do Pará

A atividade mineradora no sudeste paraense, mais especificamente a concentrada no entorno do município de Marabá, centro econômico e administrativo de uma vasta fronteira agrícola amazônica, tem se colocado como elemento importante de reflexão devido aos grandes impactos socioeconômicos, políticos e ambientais que provoca nos municípios da região. Há que se considerar a importância do minério como produto de exportação brasileiro no momento atual da … Continuar lendo Riqueza e pobreza: duas faces da mineração no sudeste do Pará

VI Encontro Regional dos Atingidos pela Mineração

            Já não podemos calar. Chega o tempo de vencer, Chega o dia de lutar sem morrer. A única forma de vencer a morte é enfrentá-la O único jeito de vencer é lutar O único modo de fazer justiça é continuar lutando. Assim viveremos eternamente. (Ademar Bogo) Foi entre mobilizações, estudos, debates, intercâmbios, poesias e músicas que aconteceu o VI … Continuar lendo VI Encontro Regional dos Atingidos pela Mineração

O paradoxo: riqueza sem progresso

Pelo porto de São Luiz, escorre riqueza mineral do Estado. Cofres da Vale enchem-se; população empobrece e sofre com serviços públicos degradados Publicado por Lúcio Flávio Pinto em 5 de abril de 2014 em A Vale que vale. Um número cada vez maior de paraenses, sobretudo aqueles que têm a oportunidade de confrontar o que acontece na sua terra com outras realidades, dentro e fora … Continuar lendo O paradoxo: riqueza sem progresso

Conflitos ambientais e modelo energético em debate

O segundo dia (6/4) da caravana  de Minas começou com uma roda de conversa na sede da Comissão Pastoral da Terra. Logo na apresentação e  relato dos participantes, mais uma vez ficaram claras as semelhanças entre as estratégias usadas pela Vale em diferentes conflitos de diversos países e regiões. Em seguida, o modelo energético imposto pelo governo brasileiro, calcado na viabilização de grandes empreendimentos gerenciados por transnacionais, … Continuar lendo Conflitos ambientais e modelo energético em debate