A Vale não vale nada!

Espionagem, desrespeito aos modos de vida tradicionais, vulneração da saúde e segurança das populações locais, remoções forçadas – a lista de violações aos direitos humanos cometidas pela Vale poderia alongar-se indefinidamente. Na semana em que a empresa realizou a sua assembleia de acionistas, a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale procurou dar especial visibilidade a algumas dessas histórias.

Hoje à noite, com o Coletivo Projetação, o recado foi dado na fachada da sede da empresa.

Vale tudo por dinheiro!

Foto: Coletivo Projetação.

Image

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

As violações de direitos humanos cometidas pela Vale se acumulam

Em todos os empreendimentos da mineradora é possível encontrar irregularidades que levam a dezenas de mortes e a impactos ambientais permanentes.

Veja o levantamento feito pela Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale no qual são mostrados casos no Brasil, Peru, Moçambique e Canadá: http://global.org.br/arquivo/noticias/irregularidades-e-violacoes-de-direitos-humanos-cometidas-pela-vale-sao-denunciadas-pela-articulacao-dos-atingidos/

Na foto de Marcelo Cruz, o protesto dos moradores de Piquiá de Baixo, no Maranhão, contra os efeitos nocivos que a indústria extrativa causa na região.

Imagem

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

INSEGURANÇA: QUE VALORES A VALE COMPARTILHA?

A Estrada de Ferro Carajás sai do sul do Pará e corta o Maranhão, atingindo mais de 100 comunidades. Dezenas de pessoas já morreram por causa dessa linha, que agora pode ser duplicada por meio de uma manobra da Vale, que conseguiu o licenciamento ambiental de forma irregular. É a mineradora atropelando nossos direitos.

A Vale faz nesta quinta-feira, dia 17, sua assembleia de acionistas. Ajude a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale a divulgar o que a empresa não quer que seja revelado.

vale 6Fotos: Marcelo Cruz

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

ESPIONAGEM: QUE VALORES A VALE COMPARTILHA?

Em março de 2013, por meio da denúncia de um ex-funcionário, veio à tona a existência de um esquema de espionagem operado pela Vale. Esse dito setor de inteligência seria destinado a monitorar movimentos sociais como o Xingu Vivo para Sempre, o MST e a rede Justiça nos Trilhos. Para isso, a mineradora teve acesso a informações do INFOSEG e da Receita Federal, que só o Estado pode ter, além de infiltrar espiões em reuniões e encontros.

A Vale faz nesta quinta-feira, dia 17, sua assembleia de acionistas. Ajude a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale a divulgar o que a empresa não quer que seja revelado

vale 5Foto: Eduardo Seidl e Renata S. Pinheiro/MXVPS

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

POLUIÇÃO: QUE VALORES A VALE COMPARTILHA?

Mais de 300 famílias de Piquiá de Baixo, bairro de Açailândia (MA), convivem diariamente com a poluição de siderúrgicas que trabalham para a Vale, causando diversas doenças na pele e respiratórias, que já provocaram mortes. Os moradores agora lutam para ser reassentados em outro local, longe da poluição causada pela indústria extrativa. Piquiá é uma das centenas de pequenas comunidades que sofrem com as ações dessa empresa.

A Vale faz nesta quinta-feira, dia 17, sua assembleia de acionistas. Ajude a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale a divulgar o que a empresa não quer que seja revelado.

Image

Fotos: Marcelo Cruz.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

INSUSTENTABILIDADE: QUE VALORES A VALE COMPARTILHA?

A poluição causada pela Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA), da qual a Vale é sócia, levou a perda de 8 mil empregos gerados pela pesca na Baía de Sepetiba, além de danos ambientais e de saúde pública. A usina elevou em 76% as emissões de gás carbônico (CO2) em todo o Rio de Janeiro. A poluição causada por ela criou a chamada chuva de prata, que cai sobre Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. A TKCSA opera desde o dia 10 de abril sem licença, ou seja, de forma ilegal.

A Vale faz nesta quinta-feira, dia 17, sua assembleia de acionistas. Ajude a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale a divulgar o que a empresa não quer que seja revelado.Imagem

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

DESPEJOS: QUE VALORES A VALE COMPARTILHA?

Populações de áreas rurais de Moatize, em Moçambique, foram removidas de suas casas pela Vale e reassentadas em casas de péssima qualidade em regiões impróprias para a agricultura – sua fonte de subsistência. Isso aconteceu em 2010, mas até hoje eles lutam para terem seus direitos garantidos.

A Vale faz nesta quinta-feira, dia 17, sua assembleia de acionistas. Ajude a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale a divulgar o que a empresa não quer que seja revelado.Image

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized